Agropecuária

BRF retoma produção de perus em Francisco Beltrão

O início do alojamento está previsto para novembro, para garantir a produção estimada em 7,5 mil aves por dia (Crédito: Assessoria)

Nova linha na unidade, que também produz frango, amplia oportunidades para toda a cadeia, com 200 aviários a serem integrados e criação de mais de 400 empregos

Assessoria

A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, vai investir R$ 292 milhões até 2022 em modernização e ampliação de suas unidades no Paraná.

O anúncio, por videoconferência, foi feito na tarde terça-feira (4), pelo CEO Lorival Luz ao governador Ratinho Júnior. Durante a reunião também foi confirmada a retomada da produção de perus em Francisco Beltrão, poucas semanas depois de a planta ter recebido a habilitação para exportar ao México.

“A companhia gera 18,5 mil empregos diretos e conta com cerca e 2.000 produtores integrados. Queremos proporcionar a geração de mais oportunidades, avançando na nossa agenda de crescimento rumo à Visão 2030”, reforça Lorival Luz.

Um dos primeiros movimentos da ampliação da operação na unidade, que também produz frango, é a integração de mais 200 aviários. O início do alojamento está previsto para novembro, para garantir a produção estimada em 7,5 mil aves por dia na planta a partir do segundo trimestre de 2022. A nova linha também criará mais de 400 empregos diretos, na qual serão feitos investimentos em ampliação e modernização, assim como no incubatório e na fábrica de rações da unidade.

“Trata-se de um passo importante para a unidade de Francisco Beltrão, que resgata sua tradição de excelência em perus, e para a Companhia, que otimiza a cadeia de produção, ganha escala e capacidade de atender melhor seus clientes no Brasil e no exterior”, afirma Evandro Hister, diretor-geral de Indústria da BRF.

O processo de habilitação da unidade para exportação de peru ao México, concluído em março, incluiu uma auditoria da fábrica com oito horas de duração, feita por videoconferência, pela qual os auditores do governo mexicano inspecionaram, em tempo real, todas as etapas de produção. Foi a primeira videoauditoria para exportação de perus feita no Brasil.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima