Almanaque+

AliExpress tenta emplacar Dia do Solteiro no Brasil

“Queremos ser cada vez mais brasileiros”, diz o Yan Di, diretor do AliExpress, marketplace internacional do Grupo Alibaba no País. Dentre os maiores planos da companhia está o de emplacar o Dia do Solteiro. Para isso, a companhia buscou abrasileirar a data por meio de uma parceria com o reality show A Fazenda, além de contratar influenciadores como Gretchen, Graciane Barbosa e Marcos Mion. No futuro, os planos da empresa envolvem centro de distribuição no Brasil e comerciantes locais na plataforma.
Com o nome de “11.11” (pronúncia padronizada agora como “onze, onze”), a empresa aposta que as vendas por meio de lives deve ser seu diferencial. Em relação à data ser muito próxima à Black Friday, data que já ganhou força no varejo brasileiro, o AliExpress acredita no apelo de entretenimento que a data tem, daí a parceria com o reality show brasileiro que é um fenômeno de audiência em 2020. A iniciativa promete “objetos cênicos inusitados” e uma “grande interação do online com o offline”.
Enquanto isso, as varejistas brasileiras se preparam para a maior Black Friday do varejo brasileiro. Para isso, o investimento em logística, armazenamento e distribuição começou meses atrás. Sem centro de distribuição no Brasil, porém, o AliExpress ainda fica para trás na corrida pela entrega mais rápida. A empresa já contratou três voos fretados semanais para trazer os produtos da China, o que diminuiu o prazo de entrega para, em média, 30 dias. Em grandes centros urbanos, como São Paulo, o intervalo cai para 10 dias.
Para chegar em entregas em 24 horas ou no mesmo dia, como buscam as nativas brasileiras e o Mercado Livre, o grupo chinês tem nos planos abrir centros de distribuição por aqui. “Está no roadmap”, diz Yan Di. “Queremos ter vendedores brasileiros na plataforma vendendo para a China”, diz ainda o porta-voz sobre o sonhos da companhia por aqui.
Para cima