Com assessoria

O ano de 2020 não foi fácil, e devido à pandemia, passamos muito mais tempo dentro de casa. Fomos obrigados a adaptar nossas vidas e rotinas: o escritório deu lugar ao home office; os happy hours às chamadas de vídeos com os amigos; os show às lives; os restaurantes à cozinha da nossa casa.

É inegável que a internet foi uma grande aliada para enfrentar tantas mudanças. Passamos muito mais tempos conectados, e usamos as telas para nos informar, divertir, debater, namorar etc.

Em meio a milhões de novos conteúdos, entender o que dominou o feed da audiência é fundamental tanto para compreender o espírito do tempo em que estamos vivendo quanto para retratá-lo.

Conforme um estudo inédito, realizado pela Winnin, martech que mapeia a cultura nas redes com inteligência artificial, cinco assuntos lideraram as conversas e o engajamento de conteúdo online.

Eles foram:

  • Jogos de tiro
  • Jogos de ação e aventura
  • Família
  • Futebol
  • Programas de TV

Games

O mercado dos games seguiu em crescimento recorde e movimentou cerca de US$ 1,75 bilhão, 10% a mais que em 2019. Segundo dados da revista Valor, mesmo com a alta do dólar encarecendo os produtos, o faturamento do varejo com a venda de consoles cresceu 34,1% e a venda de computadores específicos para o público gamer aumentou em 75%.

Conforme divulgou o Google, Among Us, Valorant, Fall Guys, Genshin Impact, The Last of Us 2, Minecraft Classic, Free Fire, PUBG (PlayerUnknown’s Battlegrounds), FIFA 21 e Call of Duty: Warzone foram os jogos mais buscados.

Buscas do ano

Já as palavras mais buscadas no Google, no Brasil, foram:

1- Coronavírus

2- Auxílio emergencial

3- Eleições 2020

4- Eleições EUA

5- BBB 2020

6- Copa do Brasil

7- Google Classroom

8- Flamengo x São Paulo

9- Classificação Brasileirão série A

10- NBA

Isso diz muito sobre 2020 e seus acontecimentos mais importantes, com aulas em casa e a população tentando pagar suas contas, além de se divertir. Em relação ao aprendizado, as pessoas buscaram na internet como aprender a tocar violão; a desenhar; espanhol; italiano; coreano; a costurar; a ler; inglês; francês; a dirigir.

As pessoas também quiseram saber como fazer máscara de tecido; como fazer álcool gel; como fazer o cadastro único; como fazer avatar no Facebook; como fazer o cadastro do auxílio emergencial; como fazer que as pessoas gostassem dela; como fazer dueto no TikTok; como fazer tie dye; como fazer live no Instagram e como fazer transferência pelo Pix.

Dúvidas

Conforme o Google, as dúvidas mais procuradas no buscador foram:

1- O que é lockdown?

2- O que é quarentena?

3- O que é pandemia?

4- O que é cadastro único?

5- O que é coronavírus?

6- O que é fascismo?

7- O que é Pix?

8- O que é yuzu?

9- O que é sororidade?

10 – O que é Conar?

Em relação à curiosidade sobre a vida alheia, as celebridades mais pesquisadas foram Donald Trump, Luiz Henrique Mandetta, Joe Biden, Sergio Moro, Kim Jong Un, Manu Gavassi, Andressa Suita, Rafa Kalimann, Babu e Jorge Jesus.

#fiqueemcasa

Por estarem impedidas de frequentarem inúmeros locais, as pessoas tiveram que passar muito mais tempo em casa e se virar com esse espaço. Em relação à isso, buscaram exercícios para fazer em casa; como fazer máscara em casa; fotos em casa; horta em casa; academia em casa; festa em casa; brincadeiras para fazer em casa; festa junina em casa; vacina em casa; e pilates em casa.

Também assistiram filmes, e os mais buscados foram Pantera Negra; 365 dias; Milagre na Cela 7; Parasita; Frozen 2; 1917; Nasce uma Estrela; O Poço; Enola Holmes; e Minha Mãe é uma Peça 3. As séries também fizeram sucesso, sendo as principais buscas sobre The Witcher; Cobra Kai; Anne with E; Manifest; Elite; Emily em Paris; Vis a Vis; The Umbrella Academy; Bom dia, Verônica; e

A Maldição da Mansão Bly.

O pessoal cozinhou bastante e, se o Google estiver certo, as receitas mais executadas foram pão caseiro, brigadeiro de colher, bolo de cenoura, pão doce, pão recheado, hambúrguer, batata recheada, chocolate quente simples, esfiha aberta e bolo de banana de liquidificador.

Mortes

Não dá pra falar sobre 2020 sem comentar sobre mortes. Afinal, foram mais de 200 mil mortos só de covid-19. Entre os óbitos mais buscados ficaram Diego Maradona, Tom Veiga, Kobe Bryant, Naya Rivera, Flávio Migliaccio, Chadwick Boseman, Rodrigo Rodrigues, Fernando Vanucci, Arnaldo Saccomani e Moraes Moreira.

E aí, se identificou? Onde você se viu em 2020?