Auto+

Civic fica mais sóbrio

A Honda revelou, nos Estados Unidos, o protótipo da 11ª geração do Civic. O modelo, mostrado apenas com carroceria sedã, deve chegar à lojas norte-americanas em meados do ano que vem, como parte da linha 2022.
Como era esperado, o novo modelo terá visual menos arrojado que o atual, especialmente na traseira. Em vez das lanternas do tipo “bumerangue”, o novo Civic terá peças com estilo mais convencional, com conjunto de luzes na horizontal.


Ao adotar estilo mais “sóbrio”, a Honda aparentemente busca uma certa aproximação com o eterno rival Toyota Corolla. Ao menos no visual.
Visto de frente e de lado, o novo Civic remete ao estilo de seu “irmão” maior, Accord. A área envidraçada foi ampliada, principalmente as janelas das portas traseiras.
Os retrovisores externos foram posicionados nas portas e as colunas dianteiras estão um pouco mais avançadas. A traseira continua curta, e, além das novas lanternas, ostenta um defletor de ar na extremidade da tampa do porta-malas.
Como o protótipo tinha escapamento duplo, supõe-se que se trata de uma versão esportiva. Poderia ser a Si, apesar da falta de identificação na lataria.
Interior
A Honda mostrou apenas uma ilustração da cabine, que também foi totalmente refeita. O Civic deverá ter painel com linhas mais horizontais, sem o arrojo de estilo das gerações anteriores. Os comandos não serão mais voltados ao motorista, como atualmente.
Tudo está mais reto. Há poucos botões e a central multimídia tem tela 9 polegadas de alta resolução e sensível ao toque.
Nova plataforma
A Honda informa que, graças à nova plataforma, a dirigibilidade, que tradicionalmente é um ponto alto do carro, ficou ainda melhor. Segundo dados da fabricante, a estrutura é mais rígida e ficou melhor em relação à proteção para ocupantes e pedestres. Isso também contribuiu para dar mais refinamento à condução.
São esperados motores mais potentes e com menor consumo de combustível. Isso embora a fabricante não tenha dado pistas sobre o assunto.
O novo Civic também deverá ter mais sistemas de segurança ativa e passiva. A nova versão do Honda Sensing trará controlador automático de velocidade adaptativo (acompanha o ritmo do carro à frente) e frenagem autônoma de emergência.
Ao menos por enquanto, a marca não mostrou a opção cupê, sobre a qual é feita a versão Si. Nos EUA, o esportivo também é oferecido com a carroceria sedã. Ainda não há informações sobre o início da produção do novo modelo no Brasil.

Para cima