Auto+

Kia terá picape rival de Hilux e S10 em 2022

A Kia Motors está trabalhando no desenvolvimento de uma picape para disputar o mesmo segmento de Toyota Hilux, Chevrolet S10, Ford Ranger e companhia. A revelação de que a marca sul-coreana terá um modelo médio entre o ano que vem e 2022 foi feita pelo chefe de planejamento de produtos da empresa na Austrália, Roland Rivero, ao site Motoring.

Embora as primeiras informações venham da Oceania, trata-se um projeto global. O modelo foi citado durante o lançamento do novo SUV compacto Seltos, na Argentina. Sebatián Sicardi, gerente-geral da Kia no país vizinho, afirmou que acompanha o projeto “muito de perto” e não afastou a possibilidade de vendê-la por lá.

Esta não será a primeira incursão da Kia no ramo das picapes. Nos anos 1970, a marca produziu a Master, modelo derivado do sedã compacto Brisa.

Com a nova picape média a caminho, surge a possibilidade de Hyundai e Kia estarem trabalhando em duas picapes distintas. Sabe-se que a marca-mãe (Hyundai) está desenvolvendo a Santa Cruz, modelo menor, com porte similar ao da Fiat Toro. O carro será baseado na nova geração do SUV Tucson.

A inédita picape da Hyundai foi flagrada rodando camuflada em testes recentemente, mas a marca (assim como a Kia) ainda não confirmou sua produção. Os dois modelos são esperados também para o Brasil, mas vão demorar a chegar, sobretudo por causa da pandemia.

FRONTIER

A Nissan está testando a nova picape Frontier na Tailândia. O modelo foi flagrado pelo grupo Thai Car Inside do Facebook nas ruas do país asiático. Apesar da camuflagem, é possível notar algumas mudanças estéticas, principalmente na parte dianteira.

A reestilização da picape – que deve estrear na Ásia ainda neste ano – será extensiva ao modelo feito na Argentina e que será vendido também no Brasil.

A previsão é que o modelo atualizado chegue no ano que vem. Para isso, a Nissan anunciou investimentos de cerca de US$ 130 milhões (R$ 700 milhões) na planta argentina. O objetivo é aumentar o padrão de tecnologia e o índice de nacionalização da picape.

ATUALIZAÇÃO

As novidades mais aparentes estão na grade dianteira em formato de “V”, no aumento do ângulo de entrada e nos faróis de LEDs. Esses elementos chegarão a todas as linhas da Nissan no futuro.

A geração atual da Frontier (que será produzida até 2024) terá, inclusive, mudanças estruturais. Muitas das melhorias serão aproveitadas da finada Mercedes-Benz Classe X, que não chegou a ser lançada no Brasil.

Sobre interior e conjunto mecânico, nada se sabe ainda. Rumores indicam que a atual gama de motores será mantida. Sem opções flexíveis ou a gasolina, a Frontier tem apenas o 2.3 de quatro cilindros a diesel nas opções com turbo simples (de 160 cv) e duplo (190 cv).

A aposta é que o motor fique mais potente e eficiente para reduzir consumo e emissões. Isso ocorreu recentemente com a nova Chevrolet S10, que acaba de chegar às concessionárias.

Para cima