Brasil

Secretário quer conselheiro tutelar entre prioritários

O secretário Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Maurício Cunha, enviou ofício a prefeituras pedindo a inclusão de conselheiros tutelares no grupo prioritário de vacinação anticovid. O texto vai de encontro à orientação do próprio Ministério da Saúde, que não prevê o direito a esses profissionais. A secretaria de Cunha é ligada ao Ministério da Mulher, comandado por Damares Alves. Em vez de se dirigir à Saúde, o secretário preferiu falar diretamente aos prefeitos.

No ofício, ele afirma que os cerca de 30 mil conselheiros no País não interromperam suas atividades por causa da covid – e seriam, até, muito demandados na pandemia. Diz ainda que esses profissionais atuam de forma “transversal” às atividades de segurança e educação.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Para cima