Cultura

Espetáculo infantojuvenil é atração do Sesi Pato Branco neste sábado

Em uma parceria entre o Sesi (Serviço Social da Indústria), Culturama Produções e a Cia ContaCausos, será apresentado neste sábado (10), em Pato Branco, o espetáculo Foi coisa de Saci. A peça, direcionada principalmente ao público infantojuvenil, terá duração de 40 minutos e será exibida no Teatro Sesi, às 19h.

Conforme a contadora de histórias e idealizadora da Cia ContaCausos, Josiane Geroldi, o espetáculo é uma livre adaptação de narrativas da cultura popular, que transitam em contos sobre o Saci-Pererê, além de pesquisas realizadas pela ContaCausos.

O espetáculo mergulha em uma atmosfera de misticismos e sabedorias, apresentando de forma descontraída as malandrices de um dos personagens mais conhecidos do folclore brasileiro, resumiu Josiane, que encenará o espetáculo.

Ela conta que a peça estreou em 2015, sendo que, além do resultado das pesquisas desenvolvidas pela Cia, é uma adaptação das obras: Um Saci no meu quintal (Monica Stahel), Saci-Pererê: resultado de um inquérito (Monteiro Lobato) e Contos de assombração (Maurício Pereira). 

Quando iniciamos a concepção do espetáculo, levamos em consideração as pesquisas literárias e orais, assim como referências iconográficas recorrentes no imaginário que envolve o Saci-Pererê. Com a colaboração do artista plástico Marcos Schuh, criamos o cenário, objetos cênicos e figurino, tendo o cuidado de fazer com que tais elementos auxiliassem as histórias, mas não se sobressaíssem às narrativas. Ou seja, o mais importante nos espetáculos são as imagens que cada espectador cria a partir do que é visto e ouvido, fazendo com que os objetos cênicos se tornem meio para imaginar a situação descrita, sem limitar a criação de cada pessoa, descreveu a contadora de histórias.

Cia

A Cia ContaCausos surgiu há sete anos, em Chapecó/SC. Esta será a quarta vez que se apresenta em Pato Branco. Entretanto, Foi coisa de Saci será exibido pela primeira vez aos pato-branquenses e ao público da região.

Segundo Josiane, há 20 anos ela iniciou seus estudos nas artes cênicas e resolveu criar, em 2010, a Cia. O trabalho tem focado na compilação da oralidade de comunidades e dos povos tradicionais, como os caboclos, e nas narrativas da cultura popular brasileira, descreveu a profissional, acrescentando que atualmente a Cia possui cinco espetáculos concebidos.

Ingressos
Para prestigiar o espetáculo a entrada é franca. Contudo, os organizadores pedem, se possível, a colaboração espontânea de um quilo de alimento não perecível. Ele pode ser trocado pelo ingresso a partir de uma hora antes do espetáculo, ou seja, a partir das 18h. O Teatro Sesi está situado na rua Xingu, 833; bairro Amadori, em Pato Branco. 

Clique para comentar
Para cima