Economia

Secretária de Comércio dos EUA defende pacote de infraestrutura e alta de imposto

A secretária de Comércio dos Estados Unidos, Gina Raimondo, defendeu nesta quarta-feira o pacote de infraestrutura proposto pelo presidente norte-americano, Joe Biden. Durante uma coletiva de imprensa da Casa Branca, a ex-governadora de Rhode Island também rebateu críticas dos republicanos ao aumento do imposto corporativo previsto na proposta. “Para competir com a China, temos que reconstruir a América. E é disso que estamos falando”, declarou.

De acordo com Gina Raimondo, o pacote de US$ 2 trilhões apresentado por Biden na semana passada investirá na força de trabalho do país e fortalecerá as cadeias de produção internas, o que, na visão dela, permitiria uma melhor competição com Pequim. “Temos ficado para trás em infraestrutura. Temos que correr atrás disso”, alertou.

A secretária de Comércio também disse não concordar com a avaliação dos republicanos de que o pacote de gastos em obras destruirá empregos.

De acordo com ela, não há evidências de que o corte de impostos sobre as empresas aprovado em 2017, pelo ex-presidente Donald Trump, gerou crescimento ou aumentou a produtividade.

Ao ser questionada sobre a política de tarifas comerciais à China, Gina Raimondo respondeu que o governo ainda está em processo de revisão das medidas. Ela disse, porém, que as ações de Pequim são “anticompetitivas, coercitivas e dissimuladas”.

Para cima