Painel revela mais de 7 mil acidentes em rodovias federais no Paraná em 2020

Anualmente a Confederação Nacional dos Transportes (CNT) divulga o Painel CNT de Consultas Dinâmicas dos Acidentes Rodoviários que reúne dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) sobre acidentes ocorridos em rodovias federais brasileiras no período de 2007 a 2020.

Por meio do painel é possível, saber quais são as rodovias onde ocorre o maior número de acidentes e mortes, os tipos de acidentes mais frequentes, quantos ciclistas e motociclistas morrem por ano nas rodovias, dentre outros. Todas as buscas podem ser feitas com dados nacionais, por região e por estado.

De acordo com o mais recente levantamento, o ano de 2020 foi o que teve o menor registros de acidentes em rodovias federais desde que iniciou o mapeamento. Foram 63.447, somados todos os estados.

No registro histórico, 2011 foi o que teve maior número de acidentes, 192.322.

Da mesma forma que o número de acidentes tiveram queda em 2020, em nível nacional, em se tratando de classificação, quando é elencado se há vítimas ou não, o painel revelou que no ano passado também se observou uma redução tanto nos índices de acidentes com vítimas, 51.865 no ano passado e 55.756 no ano anterior.

Os acidentes sem vítimas também registram redução em comparação ao ano anterior. Foram 11.582 em 2020 e em 11.671 2019.

Já em relação as mortes em rodovias federais, o ano de 2018 segue sendo o que teve o menor registro desde que a CNT iniciou o levantamento. Naquele ano, 5.269 pessoas perderam a vida em decorrência a acidentes rodoviários. Em 2020, foram 5.287, o segundo menor número desde que o estudo é feito.

Paraná

No levantamento feito com base nos dados da PRF no Paraná, ocorreram em média, 148 acidentes com vítimas a cada 100 quilômetros de rodovia em 2020.

Ao todo foram registrados 7.168 acidentes nas rodovias federais que cortam o Paraná, sendo 5.698 com vítimas (mortos ou feridos) e o restantes sem ferimentos.

Em 2020, 526 pessoas perderam a vida em rodovias federais localizadas no Paraná. A contar desde o início do levantamento da CNT, o acumulado de 2007 a 2020, totalizou 8.414 óbitos em acidentes de trânsito.

As colisões, foram o tipo de acidente mais observado em 2020. Foram, 3.295, o equivalente a 57,8%. Estas ocorrências resultaram na morte de 313 pessoas, o mesmo que dizer que 59,5% dos óbitos foram registrados em colisões.

Ainda de acordo com o estudo da CNT, integram a lista de acidentes em rodovias federais no Paraná: saída de pista (18%); capotamento/tombamento (10,3%); queda de ocupante (7,8%); atropelamento (5,8%); danos eventuais (0,1%) e derramamento de carga (0,1%); incêndio (0,1%).

Acidentes e mortes

A rodovia federal no Paraná que mais teve acidentes em 2020 foi a BR -277 (1.409), onde foram registrados 154 óbitos, na segunda colocação no ranking, a BR- 376, com 1.341 acidentes e 111 óbitos.

A BR-373, que tem um trecho no Sudoeste, aparece no levantamento, na oitava colocação na lista de rodovias com registros de acidentes, 158 no total. Foram 23 mortes no ano passado.

Já na BR-158, foram 64 acidentes e oito mortes.