Especial

Retrospectiva Maio 2018

Assinado convênio para nova prefeitura

A governadora Cida Borghetti esteve em Pato Branco para a assinatura de vários convênios com municípios do Sudoeste. O maior volume foi de R$ 20 mi, para a construção da nova Prefeitura de Pato Branco. A obra deve girar na ordem de R$ 25 mi, e abrigará todas as secretarias, com sete pavimentos, subsolo e seis andares. O prédio será construído em um terreno de cerca de 15 mil m² que, além da edificação, terá estacionamento para cerca de 110 veículos.

Ainda, na ocasião, houve assinatura de convênio de aproximadamente R$ 4,4 mi para nove municípios da região: Barracão, Clevelândia, Coronel Domingos Soares, Mangueirinha, Marmeleiro, Quedas do Iguaçu, Renascença, Santa Izabel D’Oeste e Santo Antônio do Sudoeste. Cida também anunciou que o prédio do antigo Fórum de Pato Branco foi cedido à instalação da Delegacia Cidadã.


Iniciam as obras do Contorno Norte

A primeira etapa do Contorno Rodoviário de Pato Branco [Contorno Norte], trecho entre a BR-158, na altura do trevo da Patoagro, até a PR-493 — que liga Pato Branco à Itapejara D’Oeste — começou a ser executada no início de maio. Ela consiste na construção de um trevo em forma de viaduto.

Já a segunda etapa contemplará a ligação do entroncamento da PR-493, com a PRC-158, nas proximidades do limite com Vitorino. Ao todo, o trecho é de 5,2 km, que também contará com uma ponte sobre o rio Ligeiro e duas galerias pluviais.


Revelada causa do incêndio no Naura Rigon

Menos de um mês do incêndio no Teatro Municipal Naura Rigon, em Pato Branco, a Polícia Científica apresentou laudo pericial, no qual constou que o sinistro foi provocado por um curto-circuito no sistema de ar-condicionado do teatro.

Conforme o perito criminal e engenheiro civil, Luciano Gardano Elias Bucharles, Foi um circuito do aparelho de ar condicionado, o primeiro, mais próximo ao palco, do lado esquerdo.


Denarc prende 17 pessoas em operação

A Polícia Civil do Paraná, por meio da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), deflagrou em meados de maio a Operação Cydonia/Passarela do Sudoeste. Foram cumpridos 19 mandados de prisão preventiva e 24 de busca e apreensão nos municípios de Marmeleiro, São João, Pato Branco, Itapejara D’Oeste, Coronel Vivida, Foz do Iguaçu, todos no Paraná, e em Bela Vista (MS). O trabalho resultou na prisão de 17 pessoas, apreensão de drogas, armas, dinheiro e veículos.


Caminhoneiros fazem paralisação

No mês de maio, após convocação da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), caminhoneiros autônomos do país aderiram à paralisação. Os atos tiveram como finalidade reivindicar contra os impostos sobre o óleo diesel, assim como a situação dos pedágios no Brasil.

No Sudoeste do Paraná vários foram os protestos. Sem transporte, postos ficaram sem combustíveis e, aos poucos, os alimentos perecíveis e básicos faltaram em alguns supermercados. Mesmo com o impacto, o movimento contou com o apoio de associações empresariais e de grande parte da população. A paralisação durou dez dias.


Comarca de Coronel Vivida passa à entrância intermediária

Por meio das leis estaduais 19.351/2017 e 19.436/2017, de iniciativa do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná e aprovado pela Assembleia Legislativa, em maio houve a elevação da Comarca de Coronel Vivida e a mudança da sede da Seção Judiciária de Chopinzinho para Coronel Vivida.

Com isso, a Comarca de Coronel Vivida — que integra também o município de Honório Serpa — passou a contar com a colaboração de um juiz substituto e toda sua estrutura de gabinete, oportunizando uma maior celeridade na prestação jurisdicional.

Clique para comentar
Para cima