Esportes

Atlético de Madrid perde do Sevilla e vantagem na ponta pode cair para um ponto

Há pouco mais de dois meses, o Atlético de Madrid festejava um imponente 4 a 2 no Cádiz que o deixava com 10 pontos a mais que os rivais Real Madrid e Barcelona no Campeonato Espanhol. O desempenho o colocava como virtual campeão. Neste domingo, o time levou 1 a 0 do Sevilla, fora de casa, e pode ver os catalães diminuírem a desvantagem para somente um ponto.

O que tinha tudo para ser uma campanha perfeita caminha para se tornar a maior decepção da história do Atlético de Madrid no Espanhol. Desperdiçar um dos títulos mais ganhos de sua história vai se consolidar num enorme vexame. Como dificilmente o Barcelona vai tropeçar em casa diante do Valladolid, nesta segunda-feira, o campeonato volta para a estaca zero.

Restando nove rodadas, o Atlético de Madrid terá de resgatar o futebol seguro do primeiro turno para seguir na frente. O próximo compromisso é nova pedreira, diante do sexto colocado Bétis, também em Sevilha. Enquanto Barcelona e Real Madrid, vivos na briga pelo título, fazem o clássico no Alfredo Di Stefano, em Madri.

A derrota diante do Sevilla, por placar magro, surgiu com gol de cabeça de Acuña, aproveitando cruzamento de Jesus Navas. Aos 25 minutos do segundo tempo, os donos da casa anotaram o gol da partida.

Mas poderiam ter saído em vantagem muito mais cedo. Logo aos 8 minutos, Ocampos teve a chance num pênalti. Parou, contudo, em defesa do goleiro Oblak, o que poderia servir de motivação ao líder.

Contudo, não foi o que ocorreu ao longo dos 90 minutos. O Sevilla dominou todas as ações diante de um perdido Atlético de Madrid, que repetiu as atuações ruins das últimas rodadas e segue em queda livre na competição.

Os comandados de Diego Simeone somam 65 pontos, contra 62 do Real Madrid e 61 do Barcelona, que atua nesta segunda-feira. O Espanhol está, definitivamente, reaberto. E imprevisível.

Para cima