Com ataque em baixa, Guarani busca centroavante no mercado

O elenco do Guarani ainda não está fechado para a disputa da sequência do Campeonato Paulista e uma das prioridades da diretoria é a contratação de um centroavante. Afinal, são apenas dois gols marcados em quatro rodadas.

Na vitória sobre o Botafogo, em Ribeirão Preto, o volante Rodrigo Andrade marcou o único gol da partida. Já no empate com o Red Bull Bragantino, em Campinas, o gol foi do atacante Rafael Costa, de pênalti.

Diante do baixo poderio ofensivo, a diretoria vem analisando alguns nomes mais experientes no mercado, como os de Hernane Brocador, Ricardo Oliveira e Walter. Um jogador que também interessa é Rodrigo Muniz, do Flamengo.

Após o empate sem gols com o São Bento, no último sábado, no Brinco de Ouro da Princesa, o técnico Allan Aal lamentou as chances perdidas, mas evitou fazer críticas aos jogadores da frente.

“Nós tivemos 15 finalizações e, se não me engano, oito no gol. Aí entra a questão do detalhe. É uma bola na trave, uma defesa do goleiro, uma tomada de decisão talvez não a melhor possível no momento da finalização. Eu acredito que todos eles têm poder de finalização o suficiente para definir uma partida, têm qualidade suficiente para definir uma partida”, disse o treinador.

O elenco do Guarani conta com as seguintes opções para o ataque: Bruno Sávio, Júlio César, Matheus Davó, Matheus Souza, Pablo, Rafael Costa e Renanzinho. Davó, porém, ainda não teve a documentação regularizada.