Esportes

Com pequena vantagem, Grêmio destaca ter sido único mandante a vencer nas oitavas

Ao fim dos jogos de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, apenas um time mandante venceu: o Grêmio. Foi esse dado que o técnico Renato Gaúcho buscou exaltar após o seu time derrotar o Juventude por 1 a 0, na noite de quinta-feira, em Porto Alegre, apontando que todos as equipes vêm encarando dificuldades na competição mata-mata.

“O Grêmio foi o único mandante que venceu. Os outros adversários não conseguiram esta vantagem, e irão numa desvantagem muito grande (para o jogo de volta). Não tem jogo fácil”, afirmou o treinador, que reconheceu se tratar de uma vantagem mínima.

Renato até admitiu que gostaria de ter conquistado um resultado melhor. O Grêmio abriu o placar logo no começo do duelo, com o gol marcado por Isaque. Mas depois sofreu com as dificuldades impostas pelo Juventude. E Renato lembrou que o adversário luta pelo acesso na Série B – é o quarto colocado na segunda divisão nacional.

O Juventude, inclusive, só não arrancou o empate por causa de uma chance incrível desperdiçada por Breno Lopes. “Toda vantagem que você leva para uma decisão, seja qual for, é uma vantagem, ainda que pequena. Procuramos um resultado melhor, mas o Juventude segurou bastante”, justificou Renato, que também lamentou desfalques importantes, como as ausências de Maicon e Robinho no meio-campo.

O Grêmio reencontrará o Juventude na próxima quinta-feira, no Alfredo Jaconi, precisando de um empate para avançar na Copa do Brasil. Antes, na segunda, receberá o Red Bull Bragantino pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Para cima