Esportes

Léo Santos celebra volta ao Corinthians e disse que pensou em abandonar carreira

O relógio marcava 53 minutos do segundo tempo quando o técnico Vagner Mancini fez a última substituição no Corinthians diante do Ituano. Após mais de dois anos lutando contra duas lesões no joelho, o zagueiro Léo Santos estava de volta aos gramados. Uma vitória para quem pensou em abandonar a carreira descrente em recuperação.

Desde janeiro de 2019 que Léo Santos não defendia o Corinthians. Mas a primeira lesão ocorreu em março daquele ano, quando estava emprestado ao Fluminense. Foram duas cirurgias no joelho e muitos meses de reabilitação. Ainda sofreu com uma atrofia muscular.

Relacionado na derrota por 2 a 1 diante da Ferroviária, na última terça-feira, passou o tempo todo no banco de reservas. Neste domingo, já invadindo a madrugada de segunda, voltou aos gramados na Neo Química Arena, local do último jogo pelo clube, contra o Bragantino, em 2019, na vaga de Luan. Foram quatro minutos de enorme emoção. Para ele, os mais valiosos da carreira.

“Por um momento pensei em desistir de uma das coisas que eu amo e que me faz feliz. Graças a Deus consegui superar todas as barreiras! Estou muito feliz por voltar a jogar uma partida oficial, mesmo sendo poucos minutos, foram os melhores minutos da minha vida”, postou em seu Instagram. “Estava com muita saudade de sentir a atmosfera de um jogo, de vibrar junto com os meus companheiros”, seguiu, recebendo bastante apoio e votos de confiança de companheiros e torcedores.

Com a possível não renovação de contrato de Jemerson no meio do ano, Léo Santos deve participar mais dos jogos. Ao menos como opção para Mancini. Ele agradeceu ao Corinthians pela suporte durante os dois de ausência e também a quem jamais desistiu de confiar em sua recuperação.

“Obrigado, Corinthians por todo apoio e suporte nesse período e muito obrigado a todos que fizeram parte desse recomeço”, fechou o post o defensor, com foto da volta vestindo a camisa 13.

Para cima