Esportes

Marcelo Melo faz 37 anos e comemora com vitória na estreia de duplas em Hamburgo

O tenista brasileiro Marcelo Melo completa nesta quarta-feira 37 anos de idade e teve um bom motivo para comemorar. Ele o polonês Lukasz Kubot estrearam bem no ATP 500 de Hamburgo, disputado em quadras de saibro na Alemanha, com uma vitória sobre os locais Yannick Hanfmann e Mats Moraing por 2 sets a 1 – com parciais de 7/6 (8/6), 1/6 e 10 a 5 no match tie-break, em 1 hora e 26 minutos.

O triunfo na estreia já valeu uma vaga nas quartas de final da competição, a última antes da disputa de Roland Garros, o Grand Slam em Paris que começará neste domingo. Nesta quinta-feira, Melo e Kibot, que formam a dupla cabeça de chave número 3, encaram o australiano John Peers e o neozelandês Michael Venus, que derrotaram o italiano Fabio Fognini e o finlandês Henri Kontinen por 2 sets a 0 (6/1 e 6/4).

“Fiquei feliz de ter vencido no dia do meu aniversário. Nosso jogo acabou sendo na quadra central. Um momento especial, bem legal. Agora é focar para amanhã (quinta-feira), quando vamos enfrentar uma dupla muito experiente”, afirmou Melo.

“Acho que fizemos um bom jogo no geral. Um bom primeiro set. No segundo acabamos perdendo cada game praticamente no detalhe. Aí usamos a nossa experiência no match tie-break, onde fomos superiores, tivemos vários bons pontos, a energia foi ótima. E é seguir amanhã desde o começo na mesma energia desse match tie-break”, completou.

No ranking individual de duplas da ATP, Melo e Kubot estão empatados em oitavo lugar, com 5.140 pontos. Na Corrida para Londres, que define as oito melhores parcerias para a disputa do ATP Finals, em novembro, os dois ocupam a 11.ª colocação, com 905 pontos.

Na chave de simples, o grego Stefanos Tsitsipas, cabeça 2 e atual sexto colocado do ranking, não teve trabalho em sua estreia para ganhar do britânico Daniel Evans por 2 sets a 0, com as parciais de 6/3 e 6/1. O seu rival nas oitavas de final será o uruguaio Pablo Cuevas. Também nesta quarta-feira avançaram o russo Andrey Rublev (quinto pré-classificado), o chileno Cristian Garin e o casaque Alexander Bublik.

ROLAND GARROS – O Brasil não tem mais representantes no qualifying de Roland Garros. Depois de superar o egípcio Mohamed Safwat na estreia, o mineiro João Menezes foi eliminado nesta quarta-feira pelo português Federico Silva em dois tie-breaks, caindo com as parciais de 7/6 (7/4) e 7/6 (7/2), após 2 horas e 5 minutos.

Único brasileiro a conseguir vencer um jogo no qualifying – Thiago Wild e Gabriela Cé caíram na primeira rodada -, o atual número 187 do mundo fez um jogo parelho contra o português, que é 193.º colocado do ranking, com chances para ambos os lados. João Menezes, medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima-2019 e com vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, viu o rival levar a melhor nos detalhes e perdeu a chance de avançar na disputa.

Para cima