Esportes

Matheus Babi comemora gol que salvou Botafogo e se esquiva sobre propostas

A quarta-feira não foi das melhores para o Botafogo. O time entrou em campo animado com a vitória sobre o Nova Iguaçu, por 2 a 1, na rodada passada, mas ficou apenas no empate por 1 a 1, com o Madureira e segue na parte intermediária da tabela, com 10 pontos, na Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. Depois de sair atrás do placar, Matheus Babi foi mais uma vez o responsável por evitar a derrota.

O time, comandado por Marcelo Chamusca, teve uma atuação para lá de apagada, sofreu um gol no primeiro tempo e só empatou quando o camisa 11 do Botafogo balançou as redes aos 29 minutos do segundo tempo.

Na beira do gramado, o atacante fez um breve resumo do desempenho da equipe e tratou de se esquivar das perguntas sobre seu futuro, já que tem propostas de Fluminense e Athletico-PR. “Começamos bem, mas deixamos cair um pouco. No segundo tempo voltamos melhor, conseguimos um gol, tivemos calma e organização para empatar. Extracampo deixo para meus empresários resolverem. Enquanto estiver aqui vou defender a camisa do Botafogo”, ressaltou o atacante.

Agora, o Botafogo volta a campo no próximo domingo, mais uma vez no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, quando recebe a Portuguesa-RJ. Para o lateral-esquerdo PV, o jogo desta tarde tem que servir como aprendizado, com uma nítida melhora no segundo tempo.

“Todas as partidas têm seu lado positivo e seu lado negativo, independente do resultado. Essa partida deixa de lição nosso crescimento no segundo tempo, é pegar de aprendizado para a nossa próxima partida. Infelizmente não conseguimos sair com o resultado positivo, mas estamos começando a criar jogadas para fazer o gol. De Deus quiser, no próximo jogo a bola vai entrar e vamos sair com a vitória.”

Para cima