Esportes

Santos espera ‘tirar lições’ após classificação sofrida na Libertadores

A sofrida classificação do Santos às quartas de final da Copa Libertadores não refletiu o bom desempenho da equipe no primeiro tempo da derrota por 1 a 0 para a LDU, na noite de terça-feira, na Vila Belmiro, mas também deixa lições. Essa foi avaliação de Cuquinha, auxiliar e irmão do técnico Cuca, já pensando nos próximos compromissos da temporada sob o impacto de uma vaga obtida apenas por causa dos gols marcados fora de casa – o time havia triunfado por 2 a 1 em Quito.

Ele tratou de valorizar a passagem de fase, mas espera que o time seja mais efetivo nas quartas de final, não repetindo as chances perdidas do primeiro tempo do duelo de terça. A próxima fase da Libertadores será disputada a partir da próxima semana, sendo que o adversário santista sairá da série entre o Grêmio e o paraguaio Guaraní. O time gaúcho venceu o duelo de ida por 2 a 0 e defenderá a sua vantagem na quinta-feira, em Porto Alegre.

“Tivemos muitas chances, cinco, seis, sete oportunidades no primeiro tempo. Poderíamos não ter corrido risco no segundo tempo. O jogo se tornou perigoso. Depois do gol, jogaram por uma bola. Tudo faz parte. Jogamos 180 minutos e fomos melhores que a LDU. Temos que valorizar. Jogo de igual para igual lá, nós fomos melhores no primeiro tempo aqui. É tirar lições para o próximo mata-mata”, afirmou.

Cuquinha precisou dirigir o Santos na noite de terça-feira porque Cuca não teve o aval da Conmebol para ficar no banco de reservas, em função de divergência sobre o seu exame para o coronavírus. Mas foi ele quem “mandou” no time, como revelou o seu irmão.

“Quem planeja é o Cuca, eu só recebo ordens. Ele manda fazer e a gente faz, como foi hoje (terça-feira) e foi em Quito. Vamos treinar amanhã cedo (quarta) já pensando no Palmeiras, depois o Flamengo e assim por diante. O próximo jogo é sempre o mais importante”, disse.

Provavelmente com Cuca no banco de reservas, o Santos voltará a jogar no domingo, quando receberá o Palmeiras, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro.

Para cima