ABL elege presidente Domício Proença Filho

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – O professor e escritor carioca Domício Proença Filho, 79, foi eleito na tarde desta quinta (3) o novo presidente da Academia Brasileira de Letras, com mandato até o fim de 2016.

Proença é o segundo presidente negro da Academia, mas o primeiro a se identificar como tal. O primeiro foi Machado de Assis, que não falava sobre a questão da raça.

Atual secretário-geral da ABL, Proença sucede o diplomata Geraldo Holanda Cavalcanti, que cumpriu dois mandatos na presidência, a partir de 2013.

Quinto ocupante da cadeira 28, Proença entrou na ABL em 2006, na sucessão de Oscar Dias Corrêa. Professor, publicou 65 livros didáticos, de crítica, ensaios, poesia e romances, além de ter organizado antologias.

O novo presidente encabeça uma diretoria que tem ainda a escritora Nélida Piñon como secretária-geral, a também escritora Ana Maria Machado como primeira-secretária, o jornalista Merval Pereira como o segundo e Marco Lucchesi como tesoureiro.

É a primeira vez que há duas mulheres na equipe. Ambas são ex-presidentes.

A nova diretoria tomará posse no dia 17 de dezembro, às 17h, também no Petit Trianon, sede da ABL, no centro do Rio. O mandato é de um ano e, pela tradição da casa, é renovado por igual período.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima