Antes da final, marroquinos buscavam comprar ingressos dos atleticanos

Por Humberto Peron

MARRAKECH, 21 de dezembro (Folhapress) – Qualquer turista que está em Marrakech logo descobre que é preciso negociar muito para conseguir um bom preço para comprar qualquer objeto na praça Djema-el-Fna e na enorme zona de comercial existente em sua volta.

Mas, poucas horas antes dos jogos decisivos do Mundial de Clubes, houve uma curiosa inversão de papéis. Ao identificar algum brasileiro, logo um torcedor do Raja Casablanca já perguntava se havia ingressos para venda. Caso o ele aceitasse a primeira abordagem, a negociação começava e não terminava nem quando o dono da entrada dava o leilão como encerrado.

As duas partidas, a disputa pelo terceiro lugar (Atlético-MG x Guangzhou Evergrande) e a final (Bayern de Munique x Raja Casablanca), foram disputadas na sequência no Marrakech Stadium hoje. Por isso, os marroquinos tentavam procurar os torcedores atleticanos que, depois da derrota na semi, não estariam mais interessados em ver essas partidas.

Em pouco mais de 20 minutos, andando pelo local, a reportagem viu inúmeras abordagens, mas não presenciou nenhuma venda concretizada. Mas, mesmo assim, parece que muitos atleticanos tiveram sucesso na tarefa de negociar, pois a presença de brasileiros no jogo contra o Guangzhou foi bem menor do que na partida semifinal.

Para rodada final, vários problemas que aconteceram no jogo Atlético-MG e Raja Casablanca foram sanados. Com a presença de mais policiamento e orientadores, a entrada dos torcedores foi menos tumultuada.

O grande problema que não foi resolvido foi a questão dos sanitários, principalmente aqueles destinados para as mulheres. Em alguns deles, elas eram obrigadas a dividir o uso do local com homens.

Nas arquibancadas, o show foi todo da torcida do Raja Casablanca, incluindo um belo mosaico em verde e branco montado atrás de um dos gols. Com os alemães concentrados em um pequeno espaço na parte superior do estádio, os marroquinos não pararam de gritar e cantar em um volume ensurdecedor, mesmo após o time alemão fazer gol.

O Bayern venceu por 2 a 0 e foi o campeão, mas chegar à decisão do Mundial já valeu como um título para os torcedores do Raja Casablanca.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima