Beto Richa entrega os prêmios especiais de Natal do Nota Paraná

O governador Beto Richa recebeu nessa terça-feira (15), no Palácio Iguaçu, os contribuintes que aderiram ao Programa Nota Paraná, pediram inclusão do CPF nas notas fiscais de suas compras e foram sorteados com prêmios em dinheiro. No primeiro sorteio, o programa distribuiu mais de R$ 3 milhões em prêmios, incluindo os três especiais do Natal.

Alcir Benega, 62 anos, consultor financeiro, recebeu das mãos do governador o prêmio maior, de R$ 200 mil. O empresário Hélio Rotenberg, 53 anos, foi contemplado com o prêmio de R$ 120 mil. O terceiro prêmio especial, de R$ 80 mil, foi para Diogo Dala Dea Pagano, 36 anos, militar das Forças Armadas. Também foram receber pessoalmente os contribuintes contemplados com R$ 1 mil.

Um momento importante, que mostra a solidez desse grande programa, muito bem planejado pela nossa equipe. O Nota Paraná já é um sucesso e veio para ficar, disse Beto Richa. É um programa de cidadania fiscal, uma ferramenta de combate à sonegação e que reduz a carga tributária dos cidadãos, pois devolve parte do imposto pago, afirmou.

O governador cumprimentou os premiados e destacou que o programa ajuda a melhorar a economia estadual. Foram gerados para as compras de agosto 9,8 milhões de bilhetes para 395 mil CPFs, que concorreram a 250 mil prêmios individuais. Em janeiro outros serão sorteados com prêmios de R$ 20 mil, R$ 30 mil e R$ 50 mil.

O secretário de Estado da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, afirmou que a adesão ao programa é surpreendente. Estou impressionado com o número de pessoas que aderiu ao programa em tão pouco tempo. Isso demonstra que os cidadãos estão conhecendo os benefícios de pedir CPF na nota, disse ele.

Criado em agosto, o programa já contabilizou até setembro 5 milhões de CPFs distintos. Isso significa que metade da população economicamente ativa do Paraná já pediu CPF na nota pelo menos uma vez nos dois primeiros meses do programa.

A criação do Nota Paraná, explicou o governador, fez parte das medidas de ajuste fiscal implantadas no Estado. Fizemos um grande ajuste para proteger o Paraná da grave e aguda crise econômica que passa o Brasil. E o ajuste deu certo, enquanto outros estados brasileiros não têm dinheiro para pagar nem a folha de pagamento, hoje o Paraná tem a melhor situação fiscal e financeira do País, disse o governador. Ele ressaltou que a previsão é investir em 2016 R$ 6,8 bilhões.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima