Brasileiras decepcionam e ficam sem medalha nos 100 m

ITALO NOGUEIRA E PAULO ROBERTO CONDE, ENVIADOS ESPECIAIS
TORONTO, CANADÁ (FOLHAPRESS) – Com duas apostas de medalha nos 100 m rasos feminino, o Brasil não conseguiu nenhuma no Pan de Toronto. Ana Cláudia Lemos e Rosângela Santos ficaram fora do pódio na prova nesta quarta-feira (22).
Rosângela repetiu o seu melhor tempo na carreira (11s04) mas não foi o suficiente para voltar ao pódio na prova -ela havia conquistado o ouro em Guadalajara-11. Ela ficou em quarto lugar.
“Sabia que tinha condições de correr abaixo do meu melhor tempo. Mas não fiz. Não consegui manter a calma durante a prova. Foi o que pesou. Agora é treinar. Quero baixar meu tempo para o Mundial [em agosto, em Pequim]”, disse Rosângela, aos prantos.
Pior desempenho teve Ana Cláudia. Três meses depois de bater o recorde sul-americano (11s01), ela completou a prova em 11s15. Ficou em sétimo lugar e viu sua marca ser batida. A equatoriana Angela Tenorio conquistou a prata com 10s99, definindo o novo recorde continental.
“Foi uma prova legal. Sinto que posso evoluir. Ainda tenho o Mundial pela frente. Vou treinar para tentar baixar os 11 segundos”, disse Ana Cláudia.
O ouro ficou com a jamaicana Sherone Simpson (10s95) e o bronze, com a norte-americana Barbara Pierre (11s01).

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima