Bronze de paranaense salva dia do atletismo brasileiro

ITALO NOGUEIRA E PAULO ROBERTO CONDE, ENVIADOS ESPECIAIS TORONTO, CANADÁ (FOLHAPRESS) – A paranaense Flávia de Lima, 22, salvou o desempenho brasileiro no atletismo nesta quarta-feira (22) no Pan de Toronto. Ela conquistou a única medalha do país no dia, com um bronze nos 800 m (2min00s40, o melhor de sua carreira). O tempo não está entre os 25 melhores do mundo neste ano. Apesar do pódio, ela não escondeu uma ponta de frustração. “Meu objetivo era baixar dos dois minutos. Há algum tempo o Brasil não tem representantes nos 800 m”, afirmou a atleta. Flávia disse que alguns encontrões na prova até chegaram a prejudicar. “Teve muito empurra-empurra.” A atleta teve de mudar a rotina às vésperas do Pan. Ela vai trocar Uberlândia, onde o centro de treinamento em que se baseava deve ser descontinuado, por Manaus. “O centro em Uberlândia vai ser extinto e tive de me transferir”, disse Flávia, que saiu de casa aos 17 anos para tentar a vida nas pistas. No primeiro dia de disputas de campo e pista no atletismo, nesta terça, foram conquistadas três medalhas –um ouro, uma prata e um bronze. A modalidade também obteve outras três medalhas de prata em provas de rua. No total, o Brasil soma sete pódios no atletismo em Toronto.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima