C2 teve prova complicada na abertura da temporada

As duas vitórias de Gabriel Casagrande no campeonato Brasileiro de Turismo pareciam um presságio de que a Axalta C2 Team teria um ótimo final de semana também na etapa de abertura da Stock Car, em Curitiba. Mas a corrida em casa acabou cheia de imprevistos, e as duplas Julio Campos/Alan Hellmeister e Gabriel Casagrande/Marcio Campos não conseguiram chegar ao final da prova.

Divulgação
Casagrande fez ótima largada, mas Campos escapou da pista e foi parar na brita, sem chance de retornar à prova

O carro de Julio Campos começou a sofrer com uma falha na bomba de combustível logo nas primeiras voltas e, quando entregou o carro para Alan Hellmeister, o problema estava ainda pior, o que forçou o abandono. Essa foi minha estreia na C2 e agradeço a equipe e ao Alan por todo o empenho para termos um bom resultado. Hoje não deu, mas estamos apenas iniciando e vamos trabalhar para estarmos competitivos no Velopark, disse Campos.

Foi muito legal voltar a correr de Stock Car depois de quatro anos, ainda mais formando uma parceria com o Julinho. Apesar, do resultado na pista não ter sido positivo foi muito legal voltar, analisou o paulista.

Casagrande, que venceu as duas corridas do final de semana no Brasileiro de Turismo, formou dupla com Marcio Campos, atual campeão da categoria de acesso, e fez uma ótima largando ganhando boas posições e entregando o carro em 16º ao seu convidado, mas uma escapada de Campos o levou para a brita sem chances de retorno na prova.

A vitória da primeira etapa ficou com o atual campeão da Stock Car Marcos Gomes, que formou dupla com o ex-F1 Antonio Pizzonia. No dia 10 de abril, a categoria volta à pista para a segunda etapa no Velopark/RS.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima