Camisa do 7 a 1 encalha, e Nike e CBF cancelam novo uniforme pela 1ª vez

CAMILA MATTOSO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A CBF e a Nike decidiram cancelar o lançamento de uma nova camisa para a seleção brasileira na temporada de 2015. Essa é a primeira vez que isso acontece em quase 20 anos, desde o início da parceria, que começou em 1996. 

Durante todos os amistosos e jogos das eliminatórias da Copa-2018, o Brasil utilizou o mesmo uniforme de 2014, do Mundial disputado no país.

A decisão foi tomada especialmente por dois motivos. O primeiro foi a grande quantidade de itens que sobrou no estoque por conta de uma expectativa frustrada em relação às vendas no Mundial. A Nike esperava que as vendas fossem maiores.

O segundo ponto foi o fracasso da seleção na Copa. A eliminação antecipada -antes das finais, com vexame inesquecível da derrota de 7 a 1 para a Alemanha- foi também fator importante para estagnar a comercialização do modelo do ano passado.

Assim, Nike e CBF decidiram, então, que a melhor estratégia seria de tentar esvaziar os estoques ainda cheios durante esta temporada e deixar um novo lançamento para 2016, quando acontece a Olimpíada no Rio de Janeiro.

Segundo a própria empresa, desde a assinatura do contrato com a confederação, em 1996, os lançamentos da seleção aconteciam normalmente de dois em dois anos. A partir da Copa na África do Sul, as partes decidiram lançar uma nova camisa a cada ano, sendo assim até a Copa de 2014.

Procurada, a Nike respondeu que “em decisão tomada em conjunto com a CBF, a seleção masculina vestiu nesta temporada os mesmos uniformes utilizados em 2014”.

A CBF, por sua vez, disse que “a decisão sobre o lançamento de novas camisas para as grandes competições de 2016 foi tomada entre CBF e Nike no fim de 2014, portanto não tem nenhuma relação com o momento econômico do país ou com qualquer outro fator externo ao futebol”.

Indagada sobre se a mesma coisa aconteceu com outras seleções mundo afora, a fornecedora de material esportivo não respondeu.

Tanto em sites especializados de e-commerce quanto em lojas de ruas e shoppings, é possível encontrar a camisa do ano passado com descontos de mais de 50%. O valor original, segundo os pontos de vendas, era de R$ 349. No site da Netshoes, por exemplo, o produto está sendo vendido por R$ 129,90.

CLUBES

As vendas ruins em 2014 não atingiram apenas a seleção brasileira. Camisas de clubes também ficaram encalhadas nos estoques. Foi o caso, por exemplo, do uniforme preto do Corinthians, o número 2, para jogos como visitante.

No meio do ano, a Nike e o time paulista decidiram lançar apenas o modelo de time mandante. Por causa do hexacampeonato brasileiro, a camisa preta acabou sendo lançada no jogo em São Januário, contra o Vasco. Como a partida deu o título ao Corinthians, foi a forma encontrada para alavancar as vendas do modelo.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima