Carioca será mais do que oportunidade para jovens no clube

VINICIUS CASTRO

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – O Flamengo tem planos audaciosos para a disputa do Campeonato Carioca. Com a realização da primeira edição da Liga Sul-Minas-Rio em 2016, o clube já decidiu estender a pré-temporada visando obter a performance ideal na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro. É neste ponto que os jovens talentos serão privilegiados pela comissão técnica. O Flamengo vai participar do Estadual com uma equipe alternativa, formada em sua maioria por jogadores das categorias de base e apostas contratadas. Uma delas é o zagueiro Antônio Carlos, que jogou o último Brasileiro pelo Avaí.

Enquanto o time alternativo disputará a competição organizada pela Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), o técnico Muricy Ramalho treinará a equipe considerada principal. O comandante também vai trabalhar com o “Time B”, que será dirigido por Jayme de Almeida do banco de reservas.

A ideia é a de que as equipes utilizem o mesmo esquema tático, filosofia que será implantada nas categorias de base. Muricy deseja integrar o futebol do Flamengo e tem no auxiliar Jayme uma espécie de braço direito para cumprir o objetivo.

Desta forma, o Campeonato Carioca será mais do que uma simples oportunidade aos jovens do Flamengo. Trata-se de um período de avaliação e com papel importante no desenho do elenco para a temporada.

“As diretrizes passam pela utilização de uma equipe alternativa. É óbvio que a prioridade será para os jogadores formados no clube. Também utilizaremos uma ou duas apostas quando entendermos que determinado atleta pode vir a jogar no Flamengo. É o que avaliamos de melhor para o Campeonato Carioca. O principal objetivo do clube é maturar os jovens e definir quem terá condições de vislumbrar a titularidade ou apenas compor o grupo”, explicou o diretor Rodrigo Caetano.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima