Com 21 GPs, temporada de 2016 da F1 deve começar mais tarde

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A próxima temporada da Fórmula 1, no ano que vem, pode começar um mês mais tarde e ter 21 circuitos, dois a mais que em 2015.
Segundo calendário provisório divulgado pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) nesta sexta-feira (10), o primeiro GP de 2016, na Austrália, deve ser realizado em abril -o deste ano ocorreu em março.
A Alemanha volta a figurar no calendário provisório de provas, depois de ter ficado fora do deste ano. Além disso, o GP da Rússia pula de outubro para o início de maio.
Outra novidade é a o circuito de rua de Baku, capital do Azerbaijão. A cidade traz de volta o GP da Europa, cuja última edição foi realizada em 2012, em Valência, na Espanha.
O torneio está previsto para terminar mais uma vez em Abu Dhabi, no fim de novembro. O penúltimo GP continua sendo o do Brasil.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima