Com homenagem de Mujica, Ghiggia é velado em Montevidéu

DENISE MOTA
MONTEVIDÉU, URUGUAI (FOLHAPRESS) – Desde às 12h desta sexta-feira (17), o corpo de Alcides Ghiggia foi visitado por uruguaios que vieram se despedir do último herói vivo do título da Copa do Mundo de 1950. O velório do autor do gol que decidiu a vitória sobre o Brasil no Maracanã teve a presença do ex-presidente José Mujica.
À reportagem, o atual senador disse que “Ghiggia deixa o Uruguai e o ao mundo a lição de que a vida é bela e que é necessário vive-la com intensidade”.
O filho do ex-jogador Arcadio Ghiggia afirmou que o pai gostava de homenagens em vida.
“Ele deu nome à escola, esteve em muitos países e recebia o carinho dos uruguaios diariamente”, disse o filho.
Sobre haver vivido seus últimos dias modestamente, o filho disse que Ghiggia estava feliz com o que tinha e que se sentia reconhecido.
A movimentação no Palácio Legislativo do Uruguai, no centro de Montevideo, não foi muito intensa na tarde desta sexta (17). Mais cedo, na manhã, houve um velório para a família e amigos.
O atual capitão da seleção uruguaia, Diego Godín, esteve no evento.
“Parece incrível que Ghiggia tenha nos deixado no mesmo dia e quase nos mesmos minutos em que fez seu gol há 65 anos. Isso só aumenta sua lenda”, afirmou o zagueiro do Atlético de Madri.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima