Consumo de pinhão ainda não está autorizada

Divulgação

Anualmente o IAP (Instituto Ambiental do Paraná) emite portaria que estabelece o início da comercialização de pinhão. A autorização nos últimos anos vem acontecendo no dia 15 de abril, período em que o instituto afirma que o fruto da Araucária já está maduro.

Segundo o chefe do escritório de Pato Branco do IAP, Valmir Tasca este ano o órgão ainda não emitiu portaria estabelecendo data, porém, a regra de retirada das pinhas e comercialização deve respeitara ao que tudo indica o mesmo período dos anos anteriores.

Conforme Tasca este é um momento em que o pinhão ainda está verde e impróprio para o consumo, e também para a realização de mudas de araucária.

Apreensão

Até que não seja expedida a portaria do IAP e cumprida a data nela estabelecida, o consumo de pinhão é considerado crime ambiental.

Em Clevelândia, a Polícia Ambiental apreendeu recentemente 108 Kg de pinhão que estão sendo comercializados às margens da PR 280. Além da mercadoria apreendida, três pessoas foram detidas.

O crime tem pena prevista que varia de seis meses a um ano de detenção, além do pagamento de multa.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima