Corinthians recusa vice-artilheiro da Série B e dá responsabilidade a Tite

DASSLER MARQUES
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O Corinthians precisa de atacantes e poderia ter, de forma gratuita, o vice-artilheiro da Série B. Trata-se de Kayke, 26, do ABC-RN. A direção corintiana, entretanto, recusou a oferta e crê que Tite exagera nos pedidos por reforços.
Um grupo de empresários estava disposto a comprar Kayke e repassá-lo ao Corinthians, que ficaria com fatia menor de direitos econômicos. O nome não interessou, entre outros motivos, por conta do salário de R$ 50 mil, considerado alto para uma aposta.
Formado nas divisões de base do Flamengo, Kayke chegou em janeiro ao ABC e virou sensação em Natal. Em 2015, já foram 20 gols marcados pelo atacante. A notícia sobre sua possível saída fez com que torcedores do clube potiguar depredassem o carro do jogador.
Na avaliação do Corinthians, Kayke não é homem fixo de área e não chegaria como certeza para a falta de gols do setor. Teo Gutiérrez e Jonathas foram duas tentativas anteriores, mas acabaram no futebol europeu.
Ainda segundo avaliação da cúpula corintiana, Tite tem material humano suficiente para extrair mais do elenco. Valorizado pela artilharia no Pan de Toronto, Luciano é visto como alternativa imediata para Vagner Love. Na avaliação do treinador, porém, o reserva não tem características similares às de Guerrero, hoje no Flamengo.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima