Cuca cita problemas pessoais e diz que não treinará nenhum time

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Especulado para assumir times brasileiros em 2016, o técnico Cuca, que deixou o Shandong Luneng há poucos dias, não deve retornar ao futebol tão cedo. O treinador ressaltou que deixou a China por conta de problemas familiares e não está totalmente focado para assumir um novo desafio no futebol.

“Eu rescindi o contrato lá há dois ou três dias. Eu fiquei lá dois anos, tinha mais um ano de contrato, tivemos duas conquistas, dois títulos, uma evolução grande, fomos fazendo a parte tática e técnica com os jogadores, mas tive problemas familiares, pessoais que tem que priorizar hoje. O próprio Cuquinha quando eu estive lá teve um problema cardíaco e hoje está se recuperando. Eu estou hoje priorizando cuidar mais da família”, contou Cuca em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Cuca ainda ressaltou que não vai treinar nenhum clube, por enquanto. “Se hoje eu fosse treinar algum time, eu não ia estar 100% focado e não ia dar certo, com certeza. Tenho problemas particulares e depois eu volto e com muita motivação”, explicou.

Atlético-MG e São Paulo chegaram a ficar interessados no retorno do treinador. “Eu gosto muito do São Paulo e em 2004 eu estive lá com o doutor Marcelo Portugal e com doutor Juvenal também, então eu tive uma boa passagem lá, ainda que curta. Um dia, se Deus quiser, voltamos. Hoje eu não ia poder ajudar o São Paulo tanto quanto ele merece. Hoje eu tenho que ajudar a minha família, com os problemas que eu tenho e quando a cabeça tá boa, fazemos um bom trabalho, quando não está, são maiores que os desafios e não consegue cuidar”, disse.

Quem assumiu o time de Cuca na China foi Mano Menezes, com quem Cuca já conversou. “Eu conversei com o Mano, os chineses foram bacanas comigo, entenderam os problemas, foram pessoas corretas. Acho que o Mano fará um bom trabalho, vai pegar uma base montada, com brasileiros. As coisas estarão encaminhadas para ele. Os primeiros seis meses meus lá foram complicados, mas hoje o cenário será melhor, porque tem brasileiros lá e os próprios chineses já entendem um pouco de português”, completou.

Cuca ainda ressaltou que espera bons frutos do mercado chinês no futuro. “Eles estão, eu diria, o chinês sabe onde pisa, sabe em que forma trabalhar. Eles levam Felipão, Mano, Vanderlei e todo treinador é obrigado a ter um auxiliar chinês que vai pegando o esquema. Eles estão pagando caro a mão de obra, para investir nisso e daqui uns anos eles terem mão de obra especializada, eu não tenho dúvida que seja o mercado do futuro daqui um tempo”, avaliou o treinador.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima