Diego Souza retorna com novo status e terá que liderar jovens

BERNARDO GENTILE

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – O Fluminense traçou um atleta como prioridade neste mercado da bola. E o desfecho não poderia ter sido mais feliz para a diretoria, que anunciou a contratação de Diego Souza na última sexta-feira (18). O camisa 10 retorna ao clube após dez anos, mas chega com status completamente diferente em 2016.

Se em 2005 Diego Souza saiu pelas portas dos fundos já que acabou parando no Flamengo no ano seguinte, em 2016 ele chega como dono incontestável da camisa 10, com qual já posou para fotos ao assinar contrato.

Além de desfilar seu futebol em campo, Diego Souza já chega às Laranjeiras com outra missão não menos importante: liderar junto com Fred e Diego Cavalieri os jovens atletas que formam em grande parte o elenco do Fluminense.

Após terminar 2015 sem títulos, a falta de experiência foi o que a diretoria apontou como principal carência do Fluminense. E saiu no mercado justamente atrás de atletas com esse perfil. Diego Souza, com 30 anos, se encaixa perfeitamente, além de ter sido um dos destaques do último Campeonato Brasileiro.

“Ficamos felizes que o Diego esteja voltando pra casa e venha ser nosso camisa 10. Um jogador com a cara do Fluminense e com o perfil que queremos para grandes conquistas”, disse o vice de futebol Mário Bittencourt ao site oficial do clube.

Diego Souza passará as férias nos Estados Unidos e perderá os dois primeiros dias do Fluminense no ano já que se reapresentará na Flórida, onde o time só chega no dia 6, após exames médicos nas Laranjeiras.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima