Dudu fala em ‘alívio muito grande’ de pressão no Palmeiras

GUILHERME SETO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Dudu fez uma temporada de redenção e não esconde. Expulso na final do Paulista após empurrar o árbitro, além de ter perdido um pênalti no jogo anterior, o atacante do Palmeiras marcou dois gols sobre o Santos na decisão da Copa do Brasil, e saiu de campo como um dos heróis da conquista, ao lado do Fernando Prass.

Dudu conta à Folha de S.Paulo o que sentiu após a cobrança do último pênalti pelo goleiro.

“Quando o Prass bateu o pênalti e fez o gol, foi um alívio muito grande. Alívio da pressão que a gente estava sofrendo para chegar na Libertadores, para conquistar um título”, afirma.

Para ele, 2015 deve ser valorizado como um ano muito positivo pelos palmeirenses.

“Foi muito bom. Foi um ano de reformulação, remontou o elenco todo, disputamos três competições, chegamos a duas finais. A equipe está de parabéns, e espero que 2016 seja melhor ainda”, diz.

Dudu cresceu de rendimento a partir da segunda metade do Brasileiro, quando o técnico Marcelo Oliveira o colocou para jogar mais centralizado. Perguntado se ele prefere continuar na mesma posição ou voltar à ponta direita, ele se disse indiferente.

“Tanto faz, qualquer posição está boa. Ele [Marcelo Oliveira] me colocou no meio e deu certo, comecei a fazer mais gols. Se precisar continuar jogando ali, sem problemas, vou fazer o melhor pelo Palmeiras”, disse o artilheiro do time no ano, com 16 gols.

No elenco, outros jogadores populares como Zé Roberto –“au, au au, Zé Roberto é animal”– e Gabriel Jesus –“Glória, glória, aleluia, é Gabriel Jesus”– ganharam músicas dos torcedores. Depois do final do ano em alta, Dudu espera também ganhar a sua canção particular.

“Quem sabe, daqui a um tempo, conquistando mais títulos, eles façam isso por mim”, disse o atacante, que disse que irá curtir as férias e pensar em 2016 só quando voltar.

A reapresentação dos jogadores do Palmeiras está marcada para 6 de janeiro.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima