Em almoço na CBF, Del Nero se diz satisfeito com depoimento na CPI

SÉRGIO RANGEL

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – Um dia depois de depor na CPI do Futebol no Senado, o presidente licenciado da CBF, Marco Polo Del Nero, voltou nesta quinta (17) ao prédio da entidade, no Rio.

Ele chegou pela manhã na sede e se reuniu com o deputado federal Marcus Vicente (PP-ES), nomeado por Del Nero para substituí-lo durante os 150 dias de sua licença. Em seguida, almoçou com diretores e dirigentes no restaurante da CBF.

Na conversa, Del Nero contou que ficou satisfeito com o depoimento que prestou na CPI. Ele disse que foi importante ir ao Senado para ter mais conhecimento das acusações da comissão.

O cartola foi chamado de corrupto, ladrão e mentiroso pelo senador Romário (PSB-RJ), presidente da CPI, durante a sessão. O dirigente não reagiu.

O novo vice-presidente da CBF, Antonio Carlos Nunes, 77, conhecido como coronel Nunes, também almoçou com Del Nero.

Nunes comentou com o mandatário licenciado que após ser eleito fez uma “sessão de fotos” na cadeira dele. Del Nero reagiu de forma seca.

No dia 3 de dezembro, Del Nero foi indiciado pela Justiça norte-americana. Ele é acusado de fazer parte de um esquema de recebimento de propina na venda de direitos de competições no Brasil e no exterior. O Comitê de Ética da Fifa também investiga o dirigente.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima