Em depoimento há 10 anos, Bill Cosby detalhou assédio a mulheres

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Em depoimento obtido pelo “The New York Times”, o comediante Bill Cosby descreve em detalhes como assediou e drogou mulheres com quem manteve relações sexuais.
Segundo o jornal, que divulgou o conteúdo do documento na noite de sábado (18), o interrogatório aconteceu há dez anos em um hotel na Filadélfia e se estendeu por mais de quatro dias. Na ocasião, o ator se defendia de uma ação judicial registrada por uma jovem que o acusava de tê-la drogado e molestado.
O comediante de 77 anos já foi acusado de abuso sexual por quase 30 mulheres, que alegam terem sido drogadas e estupradas por ele nos anos 1970 e 1980.
No interrogatório divulgado pelo jornal, Cosby não se reconhece como um predador sexual. Ele se apresenta, porém, como um playboy que se aproveitava da própria fama e premeditava como fingir interesse nos problemas das vítimas, além de usar sedativos para se aproximar delas.
Ele também assume ter dado quaaludes – calmante popularmente utilizado em festas – a mulheres nos anos 1970, mas não sem o consentimento delas. “Era o mesmo que convidar para tomar um drinque”, afirmou o ator.
Há duas semanas, a Associated Press publicou o conteúdo de um documento que acusava Cosby de comprar o medicamento com a intenção de sedar jovens com quem queria ter relações sexuais.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima