Ex-presidente da Conmebol é extraditado para os EUA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O paraguaio Juan Ángel Napout, ex-presidente da Conmebol, foi extraditado para os EUA nesta terça-feira (15), segundo as autoridades suíças.

De acordo as informações fornecidas pela Justiça do país, Napout já foi entregue à polícia norte-americana, em Nova York.

Ele estava preso na Suíça desde o dia 3 de dezembro, acusado de cobrar propina de executivos para ceder direitos comerciais de torneios na América do Sul.

No dia 7, Napout aceitou a extradição. Na ocasião, o escritório que defende o cartola, sediado em Boston, afirmou que a intenção dele é demonstrar sua inocência nos EUA.

BANIDO

Napout e o hondurenho Alfredo Hawit, presidente da Concacaf (confederação que cuida do futebol da América do Norte, América Central e Caribe), foram banidos das atividades do futebol por 90 dias.

Na sexta (11), o paraguaio renunciou à presidência da entidade sul-americana, que fará novas eleições em 26 de janeiro.

NEGATIVA

Outro ex-presidente da Conmebol preso na Suíça, Nicolás Leoz rechaçou os termos do seu pedido de extradição aos EUA. De acordo com o advogado de Leoz, Ricardo Preda, o pedido não se ajusta às leis paraguaias.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima