Fenômeno “Star Wars” virou especial fracassado de fim de ano em 1978

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O sucesso de “Star Wars” e a ânsia de lucrar com a franquia levou à criação de um vergonhoso especial de fim de ano em 1978.

O canal americano CBS escalou o elenco original (Mark Hamill, Harrison Ford e Carrie Fisher, entre outros), mas economizou nos cenários, levando ao ar uma produção tosca patrocinada pela General Motors em 17 de novembro de 1978.

Segundo o jornal britânico “The Guardian”, a trama vê Han Solo e Chewbacca tentando voltar para casa a tempo do Dia da Vida, celebração que traça paralelos com o Dia de Ação de Graças americano.

O universo galáctico é tomado de números de dança envolvendo Jefferson Starship, Bea Arthur e Diahann Carroll – que, em um momento bizarro envolvendo realidade virtual, se torna objeto de desejo do Itchy, pai de Chewie.

A oportunidade de dominar a cultura pop novamente após o sucesso de “Uma Nova Esperança” saiu pela culatra e foi exibido apenas umas vez, sendo criticado até por George Lucas.

“Se eu tivesse tempo e uma marreta, rastrearia todas as cópias do programa e as destruiria”, declarou em uma convenção de fãs. Ele proibiu o lançamento do especial pela Lucasfilm em qualquer formato.

Apesar das falhas, o especial de fim de ano trouxe elementos que seriam reutilizados na franquia de Lucas, como o caçador de recompensas Boba Fett e o planeta Kashyyyk, lar de Chewbacca.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima