Filme sobre a dupla Luli e Lucina vence festival de documentários musicais

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O filme “Yorimatã”, sobre a dupla de cantoras e compositoras Luli e Lucina, foi o maior vencedor da 7ª edição do In-Edit Brasil, festival internacional de documentários musicais.
A obra ganhou o prêmio de melhor longa do júri popular e do júri oficial do evento.
As irmãs Luli e Lucina são autoras de canções que marcaram a história da música brasileira, tendo composto para gêneros como samba, rock, MPB e tendo sido gravadas por intérpretes que vão de Ney Matogrosso a Tetê Espíndola.
O longa de Rafael Saar, que participou da última Mostra de Cinema de São Paulo, remonta a trajetória das duas irmãs em meio ao contexto da contracultura e do movimento hippie nos anos 1960 e 70.
O fotógrafo Luiz Fernando Borges da Fonseca, com quem elas viveram um relacionamento a três, registrou esse momento em gravações em 8 mm.
O documentário “Eu Sou Carlos Imperial”, dirigido por Ricardo Calil e Renato Terra, ganhou menção honrosa do júri. O filme retrata a vida do produtor cultural que impulsionou as carreiras de nomes como Roberto Carlos e Tim Maia.
Por ter vencido os maiores prêmios, “Yorimatã” irá representar o Brasil no In-Edit Barcelona, em outubro.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima