Flu aguarda ‘sim’ de Ronaldinho para selar contratação

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Em negociação há algumas semanas, o Fluminense está confiante na contratação de Ronaldinho Gaúcho, 35. A diretoria apresentou na noite de sexta (10) proposta de um ano e meio de contrato e aguarda o “sim” dele ainda neste sábado (11).
A reportagem apurou que os cartolas do clube carioca estão confiantes no acerto.
Segundo o UOL, empresa do Grupo Folha, que edita a Folha de S.Paulo, a proposta é de salário de R$ 600 mil mensais com bônus de R$ 200 mil de acordo com vendas de camisas e outras ações de marketing envolvendo o jogador.
O que viabilizou a proposta milionária foram as saídas do meia Wagner para o Tianjin Teda, da China, e do argentino Martinuccio, em fim de contrato.
O fim o pagamento de salário para dupla permitiu ao clube alcançar o patamar desejado pelo estafe de Ronaldinho e que hoje o colocaria no mesmo nível de remuneração do atacante Fred.
Além do Fluminense, outros clubes demonstrarem interesse em Ronaldinho.
O Vasco chegou a declarar que a contratação dele estava 90% certa, mas não houve acordo. Também cogitou-se a ida dele para o futebol dos EUA, da Turquia e do Oriente Médio. Mas não houve propostas concretas.
A última equipe defendida por Ronaldinho foi o Querétaro, do México, de onde oficializou a saída em junho deste ano. Apesar de ter firmado um contrato de dois anos, ele ficou 10 meses. Disputou pouco mais de 30 partidas partidas e foi vice-campeão mexicano.
No Rio, onde tem residência, Ronaldinho já defendeu o Flamengo, entre 2011 e 2012. No Brasil, também defendeu o Grêmio (onde começou a carreira) e o Atlético-MG, onde jogou até o ano passado.
Eleito duas vezes o melhor jogador do mundo e campeão da Copa do Mundo com o Brasil, Ronaldinho se destacou no Grêmio, no PSG e no Barcelona. Mais recentemente, foi protagonista na conquista da Libertadores pelo Atlético-MG, em 2013.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima