Fluminense elege Diego Souza como prioridade para 2016

BERNARDO GENTILE E BRUNO BRAZ

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – De olho em maior equilíbrio no elenco, o Fluminense garimpa o mercado atrás de medalhões que possam liderar a equipe em 2016. E a prioridade da diretoria é a contratação de Diego Souza, que defendeu o Sport na última temporada e que pertence ao Metalist-UCR. Já houve uma consulta pelo camisa 10 e o preço pedido pelos ucranianos assustou, o que pode inviabilizar a transação.

Além de Fluminense, outros clubes do Brasil apresentaram propostas e estão na briga pelo jogador. Voltar ao Rio de Janeiro, sua cidade natal, o agrada ainda mais. O Fluminense foi quem apresentou a maior oferta, mas a concorrência foi mais agressiva, segundo apuração da reportagem. Diego tem contrato com o Metalist até junho de 2017, e o clube ucraniano não tem qualquer intenção de realizar novo empréstimo.

Isso já ocorreu em duas oportunidades com o Sport, em agosto de 2014 e no início de 2015. Sendo assim, o Metalist só abrirá mão de Diego Souza em caso de transferência definitiva. O apoiador chegou ao time ucraniano no segundo semestre de 2013 após uma transação que custou 6 milhões de euros na oportunidade.

Os ucranianos querem ao menos reaver o dinheiro investido de acordo com as primeiras conversas, o que inviabiliza a negociação. O Fluminense deseja fazer um investimento, mas com valores bem abaixo do que foi pedido pelo Metalist.

Após a primeira temporada sem a Unimed, terminou com aspectos positivos, já que a diretoria conseguiu renovar com Fred, Cavalieri e cia, revelou talentos (encheu o cofre com vendas de Gerson e Kenedy) e chegou às semifinais da Copa do Brasil. A ausência de conquistas e um Brasileiro regular pesaram contra o clube, que já realizou uma autocrítica: faltou experiência ao elenco, recheado de jovens das categorias de base.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima