Fratus faz melhor marca da carreira e crava índice olímpico nos 50 m

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O velocista Bruno Fratus obteve o resultado mais impactante no primeiro dia da seletiva olímpica nacional em Palhoça, Santa Catarina.

Na noite desta quarta-feira (16), ele abriu o revezamento 4 x 50 m livre do Clube Pinheiros em 21s37 e obteve o índice olímpico.

A marca é a melhor da carreira do brasileiro e a segunda melhor da temporada, empatada com o do norte-americano Nathan Adrian, obtida no Mundial de Kazan, em agosto.

Naquela competição, Fratus foi bronze (com 21s55) logo atrás de Adrian. A prova foi vencida pelo francês Florent Manaudou em 21s19, este o melhor registro do ano.

Fratus disputará a prova individual no sábado (19), e já desponta como favorito mesmo tendo como rival Cesar Cielo, que retorna de lesão no ombro esquerdo. É possível que ambos nadem também os 100 m livre, na sexta (18).

Além dele, Lorrane Ferreira obteve o índice para os Jogos do Rio ao abrir o revezamento 4 x 50 m livre do Minas Tênis Clube em 25s28.

Pela manhã, Leonardo de Deus havia assegurado momentaneamente vaga olímpica nos 200 m costas.

Além da seletiva em Palhoça, o Troféu Maria Lenk, em abril, no Rio, também servirá para definir a seleção brasileira para a Rio-2016.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima