Goleiro acusado de abuso sexual abandona Mundial de polo aquático

PAULO ROBERTO CONDE, ENVIADO ESPECIAL
TORONTO, CANADÁ (FOLHAPRESS) – Acusado de abuso sexual pela polícia de Toronto, o brasileiro Thye Bezerra, 27, deixou a delegação brasileira de polo aquático que disputará o Mundial de Kazan.
O goleiro reserva estava concentrado com a equipe para a estreia no torneio, na segunda-feira (27).
A informação da partida de Bezerra foi repassada em treino da seleção neste sábado (25).
Ele teria voltado ao Brasil na noite desta sexta.
Carioca, Bezerra é acusado de abusar sexualmente de uma mulher de 22 anos, moradora de Toronto, na manhã do dia 16 de julho -um dia após a equipe ter encerrado sua participação com a medalha de prata no Pan.
Ele é procurado pela polícia da cidade.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima