Indefinição sobre futuro de Eurico emperra negociações no Vasco

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – Preocupado em manter a base do time que encerrou a temporada 2015, o Vasco não pretende fazer grandes movimentações no mercado da bola nesta virada para o ano de 2016. Ainda assim, as poucas negociações que se fazem necessárias não apresentam grandes evoluções. Tudo por conta da série de indefinições no comando do clube, principalmente na figura do presidente Eurico Miranda.

Centralizador, o mandatário se mostra focado em cuidar da debilitada saúde e deixa as conversas emperradas neste final de ano. Com um tumor na bexiga e necessitando de uma cirurgia para melhorar o quadro, Eurico não esconde de aliados que as contratações devem ficar para o início do próximo ano.

Com exceção da chegada do lateral Yago Pikachu, o Vasco não deverá ter novidades nesta última semana de 2015. E as esperadas chegadas de um centroavante e um meia terão que esperar a finalização de parte do tratamento de Eurico.

Além disso, o presidente se vê sem o principal aliado no comando do futebol. O vice-presidente José Luiz Moreira se licenciou do cargo e só deve retornar ao posto em janeiro.

?Quem manda no futebol sou eu. O que vier a acontecer precisa passar por mim. Posso até não ter a presença física, mas preciso tomar conhecimento?, explicou Eurico, ao comunicar as mudanças recentes no futebol.

Com o presidente distante, qualquer decisão acaba ficando em segundo plano.

Uma licença de Eurico da presidência por alguns dias para realizar uma necessária cirurgia na bexiga também não está descartada. Aliados, no entanto, garantem que o presidente não irá largar o cargo, apesar de reconhecerem o afastamento nos últimos dias e as consequentes pausas nas conversas para montagem do elenco visando 2016.

Além das poucas contratações, outras prioridades de Eurico e comissão técnica vascaínas são as manutenções do zagueiro Luan e do meia Nenê. Praticamente definidas, no entanto, elas não devem ser problemas pela ausência de Eurico.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima