Jemerson agradece técnicos do Atlético-MG em despedida e ‘pede’ tropeiro

Reforço do Monaco, Jemerson divulgou nesta terça-feira uma carta de despedida do Atlético Mineiro recheada de agradecimentos. O zagueiro citou os nomes de Rogério Micale, técnico da equipe de juniores do clube mineiro, e Levir Culpi, treinador que o assegurou a titularidade entre os profissionais.

“Agradeço também a todos os treinadores com os quais trabalhei e suas comissões técnicas, especialmente professor Micale, da base, que me ajudou muito no início deste sonho e, claro, Levir, aquele ‘cara legal’ que me deu a titularidade numa final de Recopa contra o Lanús na Argentina”, escreveu Jemerson no seu perfil no Instagram, em referência ao primeiro jogo da decisão da Recopa Sul-Americana de 2014, em que o Atlético-MG superou o Lanús.

Jemerson destacou que decidiu aceitar a proposta de sair do clube de Belo Horizonte e se transferir para o Monaco em razão do seu sonho de atuar no futebol europeu. “Tenho uma família na Cidade do Galo (o CT do Atlético-MG), mas chegou a hora de ‘sair de casa’ e voar ainda mais alto. Vou atrás de um sonho, algo que todo jogador pensa desde o início da carreira, que é jogar num grande clube da Europa”, disse.

Além disso, Jemerson agradeceu o carinho dos torcedores do Atlético-MG no período em que defendeu o clube e pediu para que eles continuem o apoiando, mesmo agora no futebol da França. “Obrigado torcedor do Galo e obrigado torcedor mineiro, que sempre me deu muita moral. Desejo muita sorte e sucesso para o Galo em 2016 e espero que torçam para mim da mesma forma”, afirmou.

O zagueiro baiano também revelou, em tom de brincadeira, saudade do feijão tropeiro, tradicional prato da culinária mineira. “E mandem um tropeiro para mim porque aqui está difícil de achar”, concluiu o agora zagueiro do Monaco.

Contratado para a equipe de juniores do Atlético em 2010, após se destacar pelo sergipano Confiança na Copa São Paulo, Jemerson ganhou suas primeiras chances entre os profissionais em 2013, se firmando na equipe titular durante o segundo semestre do ano seguinte.

Ele disputou 109 partidas pelo Atlético, tendo sido campeão estadual em 2013 e 2015, da Recopa, em 2014, e da Copa do Brasil, também em 2014. Suas boas atuações, inclusive, renderam uma convocação para a seleção brasileira. Agora ele dará sequência a sua carreira no Monaco, com quem assinou contrato por quatro anos e meio, até junho de 2020.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima