Juvenal era autêntico e falava na cara, diz Muricy; atletas lamentam morte

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Treinador do São Paulo em duas ocasiões com Juvenal Juvêncio como presidente, Muricy Ramalho lamentou a morte do ex-mandatário da equipe são-paulina.

Apresentado oficialmente como técnico do Flamengo na última terça-feira (8), Muricy trabalhou com o cartola entre 2006 e 2009 e entre 2013 e 2014, quando Juvenal deixou a presidência do São Paulo e foi substituído por Carlos Miguel Aidar.

Juvenal morreu na manhã desta quarta-feira (9). De acordo com o clube do Morumbi, o ex-cartola estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, em decorrência de sua luta contra o câncer.

“Uma pena, era um cara sensacional, competente, parceiro comigo, porque sempre falava na cara, do jeito que eu gosto. Ele vinha de uma doença forte, estava sofrendo muito, mas que Deus o tenha”, disse Muricy Ramalho no programa Bate-Bola, da ESPN.

“No futebol, soa muito bonito falar palavras diferentes e não resolver nada. E o Juvenal é totalmente diferente dessas pessoas, se tivesse de falar algo que não ia gostar, falava, na cara dos jogadores, muito autêntico. Acho que falta um pouco isso na vida. Juvenal era um tipo de pessoa assim, chegava no vestiário em jogo decisivo, porque não tinha prêmio estipulado, e ele falava, hoje tem tanto para dividir aí. E acabava o jogo, ele já pagava. Estilo totalmente diferente”, completou.

Presidente do São Paulo, Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, lembrou do amor de Juvenal pelo clube. “Ele colocou todo o seu amor, toda a sua competência a serviço do clube. É uma imensa tristeza. Temos que deixar o São Paulo grande como ele sempre quis”, disse em entrevista à ESPN.

Já o atacante Luis Fabiano usou sua conta no Instagram para lamentar a morte do ex-presidente.

“Um dia muito triste. Perdemos essa figura excepcional chamada Juvenal Juvêncio. Mesmo muito doente, fez questão de me mandar mensagem na semana passada sobre minha despedida do São Paulo. Uma honra enorme para mim. Um cara fora de série, que sempre vou guardar no meu coração. Minha solidariedade a todos os familiares. Obrigado por tudo, Juvenal. Descanse em paz”, escreveu o atacante, que ainda não divulgou qual clube atuará no próximo ano após deixar o São Paulo.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima