Juvenal foi o 2º presidente mais vitorioso da história do São Paulo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Juvenal Juvêncio, que morreu nesta quarta-feira (9), foi presidente do São Paulo entre 1988 e 1990 e entre 2006 e 2014.

No período como presidente, ele conquistou cinco títulos e foi o segundo mandatário do clube com mais troféus conquistados. Sob a batuta do cartola, o São Paulo foi tricampeão do Campeonato Brasileiro (2006, 2007 e 2008), campeão da Copa Sul-Americana (2012) e do Estadual (1989).

Ele só não conseguiu igualar o ex-presidente José Eduardo Mesquita Pimenta, que ficou no poder de 1990 a 1994 e foi responsável pela conquista de dez títulos. A maioria dessas conquistas fez o São Paulo dar um salto em relação aos rivais.

Na gestão Pimenta, o time foi bicampeão do Mundial Interclubes (1992 e 1993), da Libertadores (1992 e 1993), da Recopa Sul-Americana (1993 e 1994), do Paulista (1991 e 1992) e campeão do Brasileiro (1991) e da Supercopa Sul-Americana (1993).

Mas Juvenal ficou à frente de outros dois presidentes importantes do São Paulo: Cícero Pompeu de Toledo (presidiu de 1947 a 1958) e Marcelo Portugal Gouvêa (de 2002 a 2006).

Os dois conquistaram quatro títulos cada um pelo clube tricolor. Toledo, que também é responsável pelo início das obras do Morumbi e seu nome batizou o estádio, foi quatro vezes campeão do Paulista (1948, 1949, 1953 e 1957). Já Gouvêa deu um Mundial (2005), uma Libertadores (2005), um Paulista (2005) e Supercampeonato Paulista (2002).

Se os títulos como diretor de futebol forem somados, aí sim Juvenal se tornaria o mandatário mais vezes campeão no São Paulo.

Isso porque as conquistas de 2005 foram com ele o cargo de diretor. O mesmo ocorreu na gestão de Carlos Miguel Aidar (de 1984 a 1988), quando Juvenal trabalhou como diretor de futebol nos títulos do Brasileiro (1986) e dos Paulistas (1985 e 1987).

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima