Kleina avalia opções para a vaga de Negueba

O trabalho do Coritiba começou cedo nessa quinta-feira no Centro de Treinamento Bayard Osna. O foco é um só: o confronto deste domingo (21), diante do Operário de Ponta Grossa, atual campeão paranaense.

A comissão técnica alviverde dividiu a atividade em etapas. Após o aquecimento, os atletas participaram de um treinamento técnico que visava conclusão das jogadas. Em superioridade numérica, os atacantes buscavam a finalização, com objetivo de balançar as redes. Na sequência, Gilson Kleina comandou uma atividade técnica/tática em campo reduzido, sem montagem da equipe.

Divulgação
Os jogadores do Coritiba se preparam para enfrentar o Operário

Sem poder contar com Negueba, que segue realizando trabalhos de recuperação com os profissionais do Centro do Excelência do Esporte do Coritiba (CEECOR), o treinador falou sobre as possíveis opções para o lugar do camisa sete. Podemos contar com o Guilherme Parede, que tem entrado bem e inclusive iniciou o último jogo, o próprio Dudu que tem mais essa condição de segurar a bola e dar esse tom de armação, além do Thiago Lopes, que é um atleta que tem uma leitura muito boa de jogo e uma transição rápida, apontou Kleina.

Uma das opções sugeridas pelo próprio técnico Gilson Kleina, o prata da casa Guilherme Parede preferiu focar nos treinamentos e aguardar uma nova oportunidade, seja ela como titular ou entrando no decorrer do jogo. A gente sempre quer jogar, mas quem entrar tem que ter consciência e fazer o melhor pelo Coritiba. Quem ficar de fora tem que apoiar quem jogar e estar preparado para ajudar no momento em que for chamado, comentou Parede.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima