Malcom tem maior aproveitamento entre 300 jogadores da Série A

DASSLER MARQUES
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) -Sete vitórias, um empate e nenhuma derrota em oito atuações de 14 rodadas no Campeonato Brasileiro. Com Malcom em campo, o Corinthians teve 91,7% de aproveitamento dos pontos que disputou. Sem ele, o número cai para 38,8%.
O atacante de 18 anos possui o melhor índice de pontos conquistados entre os 300 jogadores mais utilizados de toda a Série A. O levantamento é realizado pelo site ?Footstats? e ajuda a explicar porque o jovem definitivamente caiu nas graças de Tite depois de ficar seis rodadas no Mundial sub-20.
Desde então, Malcom jogou 90 minutos em cinco de seis partidas. Quando foi substituído, na vitória diante da Ponte Preta, o jogador acionado para o lugar dele levou Tite à loucura de tanta irritação. Naquele dia, Mendoza desperdiçou uma série de bolas na frente e, não fosse o goleiro Cássio, o Corinthians teria sofrido o empate.
Nos primeiros meses do ano, entretanto, Tite se mostrava hesitante em relação ao garoto que foi titular no Brasileiro 2014. Até o Mundial sub-20, jogar 90 minutos tinha sido uma raridade para Malcom. Nos primeiros 15 jogos oficiais da temporada, antes do Mundial sub-20, isso ocorreu apenas uma vez.
Sob o comando do treinador, uma série de atividades específicas foi realizada com Malcom, sobretudo para aprimorar seu posicionamento defensivo, melhorar o poder de definição e fazer com que ele estivesse mais presente na área. Foi assim que ele anotou o gol da vitória corintiana sobre o líder Atlético-MG. Ainda assim, ele é exceção. Um levantamento mostra que o Corinthians está entre os clubes que menos usa a base na Série A.
Malcom tem sido poupado de entrevistas. Mas impressiona o chefe sobre como lida com tudo isso. “A maturidade dele está acima dos seus 18 anos. Eu, com 18, não tinha a maturidade que o Malcom tem”, citou Tite recentemente.
Neste domingo (26), diante do Coritiba, o Corinthians terá novamente uma linha de quatro armadores à disposição -Jadson à direita, Elias e Renato Augusto no centro e, à esquerda, Malcom.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima