Mapa manterá escritório em Pato Branco

Depois de confirmar o fechamento do escritório do Mapa em Pato Branco, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento voltou atrás e decidiu manter a unidade.

Arquivo Diário do Sudoeste

Em mensagem enviada ao escritório do município na tarde dessa quarta-feira, a chefia de gabinete da Secretaria Executiva do Mapa pede que seja suspensa qualquer movimentação no que se refere à abertura e fechamento de unidades, em virtude dos estudos que estão sendo realizados neste Ministério a respeito da Modernização e do Novo Modelo de Gestão das SFA´s [Superintendência Federal da Agricultura].

Desde 2008 em Pato Branco, o escritório do Mapa tem seis funcionários e atende cerca de 40 municípios da região – oficialmente, abrange 20.

O fechamento estava previsto para o dia 19 de março. Segundo o chefe interino da unidade, Diego Ghedini Gheller, como havia informação verbal de que a decisão poderia ser revista, a mudança não chegou a ser iniciada.

Gheller atribui a permanência do escritório à atuação política. O Sindicato Rural de Pato Branco foi uma das entidades que lutou pelo não fechamento. Segundo o presidente do sindicato, Oraldi Caldato, a entidade enviou ofícios a diversas autoridades, entre elas senadores e a ministra da Agricultura, Katia Abreu. O Mapa tem sido grande parceiro na questão de orientar e aproximar os agricultores do escritório. Só em 2015 mais de 1.100 agricultores procuraram o escritório para legalizar suas sementes, o que permite baixar custos.

Ainda segundo Caldato, o fechamento do escritório não traria economia de recursos, como alegava o governo, pois as principais despesas de instalação são custeadas pelo município. A atitude geraria apenas transtornos.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima