Marcelo Oliveira espanta ‘síndrome de vice’ e conquista 1ª Copa do Brasil

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Depois de o título da Copa do Brasil escapar em três oportunidades, o técnico Marcelo Oliveira enfim pôde comemorar a conquista do torneio. Nesta quarta-feira (2), o treinador levou o Palmeiras ao título da competição com a vitória sobre o Santos por 2 a 1 no tempo normal (4 a 3 nos pênaltis), no segundo jogo da final da Copa do Brasil, no Allianz Parque.

Oliveira tinha sido duas vezes vice-campeão com o Coritiba e uma com o Cruzeiro. Nas três oportunidades, fez o segundo jogo como mandante.

Na primeira, em 2011, perdeu o jogo de ida para o Vasco por 1 a 0. Na volta, venceu por 3 a 2, mas os cariocas ficaram com o título por ter marcado dois gols como visitante.

Na segunda vez, o rival foi o próprio Palmeiras. E, novamente, o time de Marcelo acabou perdendo a primeira partida por 2 a 0. Na segunda partida, o empate por 1 a 1 garantiu o título do clube paulista.

No ano passado, o técnico viu sua equipe, o Cruzeiro, sendo derrotada pelo Atlético-MG, que venceu os dois jogos da final por 2 a 0 e 1 a 0.

Contratado para substituir Oswaldo de Oliveira, Marcelo Oliveira chegou ao Palmeiras em junho e conseguiu uma sequência de resultados positivos no Brasileiro. Porém, a equipe caiu de produção na reta final e o treinador foi muito criticado por não dar um padrão tático ao time.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima