Marcos Gomes e Antonio Pizzonia vencem na abertura da temporada da Stock

A temporada 2016 da Stock Car começou neste domingo e sem grandes novidades. Se em 2015, Marcos Gomes fez bonito e terminou como campeão, ao menos na primeira etapa deste ano ele manteve o ritmo e faturou a Corrida das Duplas em Curitiba. O detentor do título contou com auxílio de seu parceiro, Antonio Pizzonia, para levar a melhor.

Naquela que marcou a despedida do Autódromo Internacional de Curitiba, a corrida deste domingo foi bastante emocionante, mas no fim a experiência de Pizzonia ajudou e Marcos Gomes subiu no lugar mais alto do pódio. A segunda posição ficou com Allam Khodair e seu parceiro, o português António Félix da Costa. Ricardo Maurício e Guilherme Salas, que largaram na pole, terminaram em terceiro.

Para ficar com a vitória, Marcos Gomes precisou fazer uma prova de recuperação. Depois de largar em quinto, o atual campeão fez bonito na pista e entregou o carro para Pizzonia na segunda posição. O ex-piloto da Fórmula 1, então, completou o serviço, ultrapassou o jovem Salas e garantiu o triunfo.

Quem decepcionou foi Rubens Barrichello. O também ex-piloto da Fórmula 1 largou na segunda posição, mas já de início errou e foi parar na grama, sendo ultrapassado por Thiago Camilo. Depois, perdeu terreno também para Khodair e Marcos Gomes. Para piorar, seu parceiro Augusto Farfus foi punido e obrigado a ir aos boxes depois de tocar em Lucas di Grassi. Com isso, a parceria terminou apenas na 20.ª posição.

Outro que viveu um fim de semana para esquecer foi Cacá Bueno. O piloto já havia enfrentado dificuldades no treino de sábado, cravando apenas a 12.ª posição, e sequer conseguiu completar a prova neste domingo. Seu parceiro, Rodrigo Sperafico, viu o capô voar e ir parar nas arquibancadas e precisou abandonar.

Vale lembrar que a temporada 2016 da Stock Car já começou envolta em uma grande polêmica. Isso porque no início da semana houve a revelação de troca de mensagens entre comissários de prova sugerindo que eles teriam agido para manipular resultados de corridas. Alguns fiscais inclusive já foram afastados da categoria.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima